(79) 2106-1250    
Festejos Juninos

image_pdfimage_print

OS FESTEJOS JUNINOS.

Finalmente chegou o mês de junho e, com ele um dos festejos mais aguardados  por todos, é a festa junina ou festa de São João. E com ela um festival de cores, sons, danças, fogos, comidas típicas e toda alegria que os festejos proporcionam.

A festa de São João foi introduzida ainda no Brasil colônia através dos portugueses que tinham o costume de celebrar a colheita do trigo Durante o mês de junho. Quando chegaram ao Brasil, no século XVI, não quiseram perder essa tradição e, então, adaptaram o festejo ao grão que é nativo da América e era bastante consumido pelos indígenas, o milho. Portanto, o festejo é resultante da aglutinação dos cultos pagões em louvor à terra com a data de nascimento de um santo católico, João.

Do ambiente rural passou para o ambiente urbano. Nele procura_se, entretanto, sempre reviver os costumes rurais. Daí os trajes, a comida, a música, a dança e o jeito de falar que nos remete ao interior.

No Brasil, o ciclo junino é o período onde o povo celebra através de rezas e novenas três importantes santos católicos: Santo Antônio (13 de junho), São João (24 de junho) e São Pedro(29 de junho). Fazem parte dos festejos o ritual do fogo, a fogueira, fogos, superstições, crendices, simpatias, a quadrilha etc. A quadrilha embalada no ritmo do xote, xaxado e baião, é a dança marcante da festa, apesar de infelizmente ter sofrido um grande processo de descaracterização com o passar do tempo.

Os festejos juninos, são comuns em todas as regiões do país, mas é na região nordeste, onde eles estão mais presentes, sendo o momento cultural mais expressivo da região. Por isso, o nosso São João é considerado o maior São João do mundo, título disputado pelas cidades de Campina Grande na Paraíba e Caruaru em Pernambuco.

Pesquisa e produção: Prof: Orlando Carvalho.

FIQUE POR DENTRO
DESTAQUES
COMUNICADOS
Localização